48 estágios de ir a um show sozinha

1. Você decide ir ao show. Ir sozinha geralmente não é uma opção. Quer dizer, é. Opção dos outros que não estão a fim de ir também ou preferem ir em outro setor (mais barato) longe de você.

2. Você comunica que vai ao show. Sua mãe se preocupa. Sua avó nem fica sabendo que não vai ter ninguém junto, senão já estaria acendendo mil velas.

3. Você se prepara bem antes – endereço, ingresso, documentos e bateria do celular são checados mil vezes. Melhor prevenir do que ter que pedir ajuda a um estranho ou chorar largada na rua.

4. Você sai de casa. Sente uma leve invejinha ao ver gente que também tá indo pro show acompanhada. Fazer o que.

5. É melhor não divulgar pro mundo todo que tá sozinha. Quando o taxista fala “mas uma menina tão nova como você vai nesse show com quem?”, você sente que precisa inventar que tem amigos te esperando na fila.

6. Na verdade não tem ninguém esperando. O que tem é uma certa expectativa na sua cabeça de fazer amizades na fila.

7. Adolescentes chegam e ficam atrás de você. Estão com o pai. Você se lembra de quando seu pai ou sua mãe também achavam melhor te acompanhar num estádio. Hoje eles não iriam nem se você pagasse o ingresso e a cerveja.

8. Você tenta sorrir e ser simpática com a adolescente que usa faixa com o nome da banda na cabeça. Ela até te oferece água.

9. Você é tímida e não puxa assunto, ela também não. Vocês nunca mais se encontram depois da fila.

10. Você passa pela revista e pode escolher seu lugar ao sol. Vantagem: a escolha é só sua. Não precisa se preocupar com a vontade da amiga que quer se espremer numa grade onde claramente não tem mais espaço ou com o amigo que quer ficar a 1km do palco porque não suporta multidão.

11. Você para em um pedaço livre da grade. A menina ao seu lado também parece estar sozinha. Legal.

12. A menina ao seu lado na verdade tem uma amiga em outro ponto do estádio e pede para você guardar o lugar dela. Nunca mais volta.

13. Ponto positivo de ficar na grade de um show: seus ídolos estarão bem ali na sua frente. Ponto negativo de ficar na grade de um show: você provavelmente não poderá sair dali (ou se mexer) até ele acabar.

14. Para conseguir sentar um pouco, você tem que se espremer entre o grupo de amigos de um lado e o casal do outro. Ambos devem te achar um estorvo ali. Você obviamente não está nem aí.

15. Você finalmente decide comprar comida e dá graças a Deus pelos ambulantes que passam por perto.

16. Talvez você nem tenha comprado aquele hambúrguer por injustos R$ 14 por estar com muita fome. Talvez você tenha comprado só pra colocar alguma coisa na barriga e não correr o risco de passar mal sozinha no meio do show.

17. Se você acha que esperar horas para sua banda entrar no palco é chato, experimente fazer isso sozinha e sem 3G.

18. Se você acha que esperar horas para sua banda entrar no palco é chato, experimente fazer isso sozinha, sem 3G, debaixo de chuva e com medo de raios.

19. Você começa achar que é possível e é uma boa ideia bater papo com os seguranças e funcionários de apoio perto do palco. Até seria mesmo, se eles não conversassem apenas entre si e não se compadecessem com sua situação.

20. Quando começa a chover, você tenta abrir a capa de chuva nova.

21. Você esquece que é desajeitada e devia ter treinado isso em casa.

22. Você abre a capa toda errada, esbarra nas outras pessoas, tem dificuldade pra vestir e ainda assim acaba se molhando um pouco.

23. Não tem nenhum amigo pra te ajudar nessa situação humilhante.

24. Por outro lado, não tem nenhum colega ou semi conhecido que não só não te ajudaria como também meio que te julgaria nesta situação humilhante. Você relembra que as pessoas ao lado não te conhecem na vida e age normalmente.

25. O tempo passa e o local enche. Mas você tá sozinha e com seu lugar garantido, não precisa se preocupar em encontrar amigos que foram comprar cigarro e nunca mais voltaram.

26. O show finalmente começa. Sua banda preferida toca as músicas que você ama. Você canta, dança e fica com o cabelo todo desgrenhado como se ninguém estivesse olhando (porque provavelmente ninguém tá mesmo).

27. O vocalista é maravilhoso demais, você pensa. Não tem ninguém ao lado que possa concordar com você e te abraçar nas melhores músicas. (Ninguém por quem você sinta um afeto, quero dizer)

28. A banda chega bem pertinho. Você tá com um sorriso tão bobo no rosto que os guitarristas percebem e até sorriem pra você de volta. Não tem ninguém pra testemunhar esse momento (mas eu juro por Deus, aconteceu).

29. A emoção de ver sua banda preferida depois de anos não muda nada com o fato de você estar sozinha. Você sempre curtiu as músicas sozinha, mesmo. É certamente o melhor show da sua vida, o melhor dia do seu ano.

30. O show termina. Você sai do estádio, conta tudo pra sua família, flooda a timeline das redes sociais com fotos, vídeos e depoimentos sobre o que você viu. É a única forma de compartilhar com o mundo esse momento. Sorry not sorry.

31. Agora digamos que você decida ir sozinha a um show no maior estádio do Brasil numa cidade que você nem conhece tão bem assim. 8 entre 10 pessoas te chamaram de louca (as outras duas só pensaram).

32. Você acaba descobrindo outras pessoas que também vão ao show, mas em setores diferentes. Elas vão com você até o estádio (o que já é de grande ajuda), mas vocês se separam nos portões de entrada.

33. Você entra no setor das cadeiras e nem se preocupa em achar um lugar pra grupo – qualquer cadeira individual ou espacinho já serve.

34. O problema é que tá calor. Tipo 39º C. Você começa a achar que tá passando mal e entra em leve pânico pensando que pode desmaiar no Maracanã sem ter ninguém conhecido pra ajudar.

35. Não queria, mas acha melhor levantar do lugar e sair atrás de comida e (mais) água. Acha que tudo bem deixar sua cadeira porque né, uma cadeira só, no canto, tem mais um monte, ninguém vai pegar.

36. Você volta e percebe que pegaram sua cadeira.

37. Não tem problema, deu pra pegar outra cadeira na mesma fileira.

38. Mais uma vez, as horas demoram absurdamente pra passar, mas no fundo você agradece por não ter ninguém enchendo o saco do seu lado (muitas vezes são os nossos próprios acompanhantes que forçam a amizade).

39. O show começa, o show passa e é mais uma vez maravilhoso. Você se orgulha muito de si mesma por ter tomado a decisão de ir e ter tido a oportunidade de participar desse momento tão sensacional.

40. Você não sabe como vai ser a hora de ir embora. Não consegue achar um taxi livre. Começa a bater um desespero.

41. A pessoa que foi até lá com você avisa que o metrô continua funcionando e você decide encarar a muvuca na estação, mesmo sem saber se vai dar pra entrar, pra comprar bilhete, pra entrar no trem e pra chegar no hostel inteira.

42. Uma hora, cinquenta e cinco minutos e muitas baratas na rua depois, você finalmente chega.

43. Seus amigos estão no quarto, dormindo. Se irritam quando você chega, elétrica, e acende a luz. Mesmo se estivessem acordados, não se interessariam pela história que você tem pra contar.

44. Mas tudo bem. Nesse ponto, você já contou como foi pra todo mundo no Instagram e até trocou uma ideia com as meninas do outro quarto.

45. No fim, sua experiência já não é mais tão exclusivamente sua.

46. No fim, tudo tem seus pontos positivos e negativos, mas o que vale mesmo é a experiência.

47. Se para presenciar um espetáculo musical ao vivo você tiver que ir sozinha, com seu eu lírico, acompanhada de 30 pessoas, atrasada, muito adiantada, de muleta, de cadeira de rodas, com dor de barriga, sem dinheiro, sem dignidade, não importa. Vá. De qualquer jeito, vá.

48. Música é uma das coisas mais incríveis, libertadoras e maravilhosas do mundo. Vá.

Dave resumindo a sensação de ir a dois shows do Foo Fighters num mesmo fim de semana ❤

Anúncios

Uma opinião sobre “48 estágios de ir a um show sozinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s