Só não divido meu edredom – e outros detalhes sobre ter uma roommate pela primeira vez

O problema de ir morar nos Estados Unidos é que a gente já viu tanto filme americano que fica achando que já vai chegar lá manjando tudo. Daí a realidade te mostra que, ainda que muitas coisas sejam familiares, cada um tem suas próprias experiências nessa vida. Ter uma roommate, por exemplo. A ideia de […]

Filha única, único decreto: não enche

Às vezes, as pessoas fazem algumas perguntas sem querer ser muito intrometidas, mas já subentendendo que você vai dar determinada resposta que será a explicação para uma suspeita negativa delas. Por exemplo, se você anda meio perdido pela rua ou pelo metrô, não te perguntam se você está com algum problema, ou mesmo por que […]

Eu odeio fazer aniversário

Mentira, vai, nem odeio. Mas também não me sinto confortável nessa situação. Eu conheço gente que simplesmente ama fazer aniversário. Diz que é o dia mais feliz do ano, que consegue se sentir querida, amada, ganhar presentes, se divertir, etc. Essa pessoa não sou eu por dois fatores: o que eu não pedi e o que […]

Não é fácil ser uma ativista da estabilidade

Tem muita coisa nessa vida que é muito, muito difícil. Por exemplo, é muito difícil achar um pufe vago para sentar na Livraria Cultura. É muito difícil passar do nível 65 do Candy Crush. É muito difícil consertar um coração partido. E é muito difícil assumir que você prefere a estabilidade em um mundo que […]

Da série “coisas que não entendo”: falsidade

Uma das frases que eu mais uso é “não sou obrigada”. Porque pensa, quando você é criança, quase tudo o que você faz é porque você é obrigada a fazer. Aí, quando você cresce, você entende que algumas coisas chatas você realmente é obrigada a fazer (por convenção social, por princípios ou porque, se você […]